Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
30/08/13 às 18h00 - Atualizado em 29/10/18 às 15h41

Representantes de Honduras visitam o Hemocentro

Durante toda a tarde dessa última quinta-feira (29), as representantes de Honduras, Dr.ª Ines Adela Zelaia Pineda e Dr.ª Iris Lorena Galeano, acompanhadas por assessores técnicos da Coordenação Geral de Sangue e Hemoderivados do Ministério da Saúde (CGSH/MS) estiveram presentes na Fundação Hemocentro de Brasília para conhecer as diversas atividades realizadas na instituição.

A visita começou com a apresentação dos gestores da FHB, para que os visitantes pudessem conhecer um pouco sobre as atribuições de cada setor. A diretora-presidente, Beatriz Mac Dowell Soares, falou sobre a qualidade dos processos de trabalho, – fruto da capacitação e empenho de cada servidor da FHB – , e enumerou as últimas conquistas do Hemocentro como a obtenção da Certificação ISO, a inauguração do laboratório NAT, a ampliação da coleta do sangue de cordão umbilical e placentário nos hospitais , a nova atribuição da FHB como coordenadora da saúde integral aos pacientes com coagulopatias hereditárias , entre outras.

“Abastecemos de sangue e hemocomponentes os hospitais públicos e alguns privados do DF e temos um controle de qualidade que nos garante a segurança dos nossos produtos e obter excelentes resultados em auditórias e avaliações externas que aqui são realizadas por órgãos competentes na área da saúde, como o próprio Ministério da Saúde e a ANVISA. Coloco a nossa equipe à disposição de vocês para que conheçam todos os nossos procedimentos e compartilhem conosco suas experiências nesta área ”, disse a diretora.

As representantes de Honduras, Ines Adela Pineda e Iris Lorena Galeano,  aproveitaram a ocasião para tirar dúvidas sobre o gerenciamento e a participação do governo federal e estadual na manutenção do Hemocentros do país e, particularmente, do Hemocentro de Brasília. Perguntaram também sobre a legislação e normas vigentes sobre Sangue e Hemocomponentes e depois seguiram para a visitação.

As profissionais começaram  pelas dependências do Ambulatório de Coagulopatias Hereditárias e depois percorreram todo o Ciclo do Doador que vai desde o registro do candidato a doação de sangue, a pré-triagem e a triagem clínica até propriamente a coleta.

Em seguida, foi a vez de percorreram os laboratórios do Hemocentro onde puderam tirar dúvidas sobre os exames ali realizados . Para finalizar a visita técnica, as profissionais de saúde de Honduras conheceram a Gerência de Processamento e Distribuição de Hemocomponentes e o Laboratório de Controle de Qualidade dos Hemocomponentes que por meio de seus processos de trabalho, garantem a qualidade dos produtos e o armazenamento deles, até que sejam distribuídos para as demandas hospitalares.

honduras1

Fundação Hemocentro de Brasília - Governo do Distrito Federal

FHB

Setor Médico Hospitalar Norte, quadra 3, conjunto A, bloco 3. Asa Norte, Brasília-DF. CEP: 70.710-908.